Jaicar
1078x516xshutterstock_206781265-1078x516.jpg.pagespeed.ic.iE1k8PLtrN

A temperatura influencia diretamente no rendimento do carro

Quanto menor a temperatura, maior a massa de ar que caberá na câmara de combustão e, consequentemente, maior o de combustível. Quanto mais frio o ar admitido pelo motor, melhor o rendimento volumétrico da queima da mistura ar-combustível.

A temperatura é um fator muito importante para que o motor forneça toda a sua potência, se fizermos uma análise, o combustível que explode no terceiro tempo do ciclo de funcionamento gera calor, expansão de gases e consequentemente a geração de movimento. É ai que precisamos observar que a cada ciclo do motor este processo acontece e o calor das explosões é transferido para todas as peças fixas e conjuntos móveis do motor.

carros-ao-sol

 

Os conjuntos móveis e as peças fixas são fabricados com certa tolerância dimensional, e quando o calor incide sobre estes materiais acaba trabalhando na estrutura atômica, os materiais se expandem, e as peças, quando ultrapassam as medidas toleráveis, acabam não funcionando como deveriam, por exemplo, o pistão com os anéis podem trancar dentro do cilindro ou ainda as capas de mancais do virabrequim trancam o eixo em função de muita dilatação do material.

Motor-a-Combustão-1478554995090_v2_615x300

O cabeçote também sofre com a temperatura, se empenando e gerando perda de potência do motor, necessitando do processo de retífica destes componentes.Como referência, se houver redução de 10°C ou 15°C na temperatura externa, haverá aumento de potência de até 5 cv. É por isso que, numa viagem à noite, o carro tende a ser mais econômico do que num dia quente: o motorista precisa pisar menos no acelerador para manter a mesma velocidade.

5wub10xtehu-patrick-Tomasso

Pelo mesmo motivo, a maioria dos carros movidos por motores turbo possui o intercooler, um equipamento que resfria o ar admitido pela turbina do motor. Por ser mais denso, o ar frio captado é mais comprimido, com mais oxigênio por volume, melhorando o rendimento volumétrico da queima.

Comentários

Deixe uma resposta